Caçador com chamariz detido pela GNR em Messines



Um caçador que usava um chamariz para atrair as peças de caça foi detido perto de São Bartolomeu de Messines, na manhã deste domingo, dia 9, por militares do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Silves.

O caçador, um português de 57 anos, estava a usar um aparelho radiofónico com bateria como chamariz para atrair tordos, no interior de Zona de Caça Municipal, situada no Cerro do Bardo (Messines).

O homem, que foi detido, tinha colocado o aparelho no cimo de uma oliveira. A GNR apreendeu-lhe ainda o chamariz, bem como a espingarda caçadeira e os cartuchos que tinha na sua posse.

A GNR recorda, em nota de imprensa, que a legislação em vigor (Decreto Lei n.º 202/2004 de 18 de agosto) «proíbe a utilização ou a detenção, durante o exercício venatório, de aparelhos que emitam ultra-sons e ainda dos que, funcionando por bateria ou pilhas, tenham por efeito atrair as espécies cinegéticas».

Foram ainda apreendidos cinco tordos que o caçador já tinha apanhado, os quais foram entregues na Santa Casa da Misericórdia de Silves.

O detido, residente em Torres Vedras, foi ontem presente a Tribunal Judicial da Comarca de Silves, para aplicação das medidas de coação achadas por convenientes.

Fonte: Sulinformação



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP