Caçadores ajudam na recuperação do lince na Andaluzia



De acordo com um comunicado divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente, o censos anual realizado em 2013 por este Ministério registou uma população de 319 linces ibéricos na Andaluzia, o que representa um aumento de 5,6% em relação ao 311 contados em 2012, com maior presença desta espécie em áreas tradicionalmente utilizadas para a caça.

Estes dados não só deitaram por terra a teoria infundada de que os caçadores são o principal inimigo do lince e a causa do seu declínio, mas muito pelo contrário, as empresas gestoras de caça que operam em parques nacionais estão a originar o aumento da população de lince, tornando-se o sector da caça uma chave para a sua sobrevivência e crescimento na Andaluzia.

Na verdade, o Ministro do Ambiente, em colaboração com as comunidades locais, proprietários de terras e sociedades de caça vão acolher novos linces ibéricos .



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com