Coelho Bravo (Oryctolagus cuniculus)



coelho

 

O Coelho-Bravo é uma das espécies cinegéticas portuguesas de maior importância e constitui, juntamente com a perdiz, a caça por excelência para o caçador português; um dos motivos para esta situação reside sem dúvida na facilidade com que se reproduz e nos números elevados que as suas populações atingem.

Pode dizer-se que no nosso país o coelho se encontra distribuído por quase todo o território.
É um pequeno herbívoro (cerca de 40 cm de comprimento) de cor acinzentada com laivos amarelos acastanhados na nuca e nas patas, e face anterior esbranquiçada; as orelhas são relativamente curtas (menores que o comprimento da cabeça). Corre em apertados ziguezagues.

Habitat e Alimentação
Vive em zonas onde o mato é abundante, preferindo os terrenos secos e arenosos mais fáceis para a construção de covas. A alimentação é constituída essencialmente por plantas herbáceas, raízes, caules, grãos e mesmo cascas suculentas de algumas árvores.

tocas2
Comportamento e Reprodução
São animais de hábitos nocturnos e crepusculares, embora sejam vistos muitas vezes durante o dia. Vivem em colónias, em galerias extensas e muito ramificadas.
A fêmea, quando prenhe, escava uma toca especial, uma galeria simples e profunda situada a uma certa distância da colónia, com uma única abertura e forrada com pêlos que arranca do seu próprio abdómen – toca de reprodução. Depois do nascimento dos filhos, a fêmea sempre que se ausenta da toca tapa a abertura com terra para os machos não entrarem. Três semanas após o nascimento, muda os filhos para a toca normal – toca de habitação.
Pode considerar-se que o coelho se reproduz durante quase todo o ano, embora exista uma época bem marcada em que a reprodução é mais intensa – Março a Maio.
O período de gestação é de 28 a 30 dias e, em média, cada fêmea tem 3 a 5 ninhadas por ano, produzindo em geral por ninhada 2 a 7 láparos, cegos, surdos e sem pêlo, pesando cerca de 60 g (valor que duplica ao fim de dois dias). O aparelho auditivo está completamente desenvolvido aos 8 dias e abrem os olhos aos 10 dias.
Com 6 meses de vida os coelhos são adultos estando aptos a reproduzirem-se. É uma espécie que tem grande longevidade, podendo viver até aos 10 anos.

Morouco1_10
Ordenamento da Espécie
As seguintes medidas podem contribuir para o ordenamento do coelho-bravo e a compatibilização das suas populações com as actividades agrícolas existentes.
– Ao nível das necessidades vitais, dinâmica populacional e compatibilização com as práticas agrícolas:
· Construa tocas ou “murouços” em terrenos onde seja difícil escavar;
· Mantenha uma paisagem em “mosaico” (zonas florestais e de mato intercaladas com áreas agricultadas);
· Evite que os cães e os gatos vagueiem pelos campos;
· Realize povoamentos de forma criteriosa, só em caso de necessidade e com exemplares provenientes de zonas próximas do local a repovoar;
· Utilize dispositivos de protecção individual nas plantas para evitar possíveis prejuízos em plantações recentes de espécies florestais ou frutícolas;
· Realize culturas “tampão” ou “actrativas” em zonas junto das colónias para desviar o seu impacto nas culturas existentes.
– Ao nível das doenças epidémicas:
· Queime os coelhos vítimas de doenças:
· Nos repovoamentos proceda aos seu controlo sanitário e vacinação;
· Não limpe no campo os coelhos caçados, nem dê as vísceras aos cães.

Esta espécie representa uma pedra fundamental no equilíbrio ecológico do habitat mediterrânico, pois o seu desaparecimento prejudicaria a sobrevivência de alguns predadores que têm nela a base da sua dieta alimentar.
Actualmente esta espécie é bastante menos abundante do que já foi, sem dúvida devido à mixomatose. A mixomatose, que não é transmissível ao Homem, foi introduzida na Europa, por volta de 1950, por um francês que inoculou voluntariamente este vírus em coelhos que danificavam as culturas agrícolas da sua propriedade. Há estirpes de vírus desta doença que matam só uma pequena percentagem dos animais atingidos enquanto que outras estripes chegam a matar 99% dos indivíduos atacados.
In: Carta de Caçador, Manual para Exame



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP