Fim de semana marcado por diversos acidentes de caça

Montalegre – Caçador morre vítima de um disparo acidental 

Um homem morreu, este domingo, depois de ter sido atingido com um tiro de caçadeira durante um treino de falcões e cães para a caça, no campo de tiro da serra do Larouco, em Montalegre.

O homem de 31 anos “foi atingido acidentalmente com um tiro no ombro por um homem que se terá atrapalhado com uma cadela que se enrolou nas pernas dele”, explicou o comandante dos bombeiros de Montalegre, David Teixeira, que acrescentou que “o óbito foi declarado no local”.

A vítima, natural da zona sul do país, era criador de falcões para a caça. O alerta para o acidente foi dado por volta das 15.40 horas, tendo sido acionados seis operacionais e três viaturas dos bombeiros voluntários de Montalegre e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Chaves.

 

Trofa – Caçador atingido por disparo enquanto caçava coelhos

Um homem de 47 anos foi atingido por um disparo de caçadeira enquanto participava numa caçada ao coelho, este domingo à tarde, em Covelas, Trofa, acabando por ficar ferido com gravidade.

O incidente ocorreu cerca das 16 horas, numa zona de monte perto do campo de futebol de Covelas, quando Manuel Franco Couto, primo do presidente do Clube Desportivo Trofense, caçava com um amigo. O autor do disparo que atingiu a vítima, causando-lhe ferimentos por todo o corpo, estaria com outro grupo de caçadores, não tendo ainda sido identificado pelas autoridades.

A vítima foi socorrida no local pelos Bombeiros Voluntários da Trofa e pelas equipas das ambulâncias de Suporte Imediato de Vida de Santo Tirso e da Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Famalicão, tendo sido transportada para o Hospital de S. João, no Porto, com acompanhamento médico e em estado considerado grave.

 

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com