Caçador morre vítima de tiro acidental



Um homem morreu ontem à tarde quando se encontrava a caçar na zona de Argozelo, em Vimioso, distrito de Bragança.

Um tiro acidental disparado pela própria arma foi fatal para António Gonçalves, de 61 anos, militar da GNR reformado.

Tudo aconteceu por volta das 16h00, quando a vítima, que estava no monte juntamente com o filho e alguns amigos, terá caído em cima da caçadeira, que disparou, atingindo-o na perna, junto à virilha.

Os bombeiros foram chamados, mas já nada havia a fazer, tendo o óbito sido declarado no local.

“De manhã, ele foi à apanha da azeitona e depois disse à mulher que ia caçar um bocado”, contou um amigo. “Era uma pessoa impecável, todos na aldeia gostavam dele, era bastante cuidadoso, isto foi um grande choque”, concluiu.

Reformado há alguns anos, a vítima dedicava o tempo à agricultura e aos fins de semana gostava de caçar.

Vizinhos e amigos de António deslocaram-se à casa onde residia para apoiarem a família.

Fonte: CM



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com