Tanzânia: Marfim pertencente a pelo menos 200 elefantes descoberto em casa de cidadãos chineses



Cerca de 1,8 toneladas de marfim pertencentes a, pelo menos 200 elefantes foram descobertas em casa de cidadãos chineses em Dar es Salaam, na Tanzânia, noticiou o website Wildlife News.

Foram descobertas 706 peças entre cascas de caracóis recheadas com alho, possivelmente uma estratégia para tentar ocultar os produtos que tinham como destino o mercado negro.

Com efeito, na mesma morada, as autoridades tanzanianas que levaram a cabo a busca no âmbito de uma operação de combate à caça furtiva, encontraram também equipamento de pesagem e um pequeno autocarro que seria usado para o transporte do material.

Os três cidadãos chineses que habitavam o imóvel alegaram ser comerciantes de cascas de caracol e que o marfim não era seu, mas sim de amigos que o traficavam e usavam a sua casa como armazém, mas não forneceram os seus nomes, tendo sido detidos pela polícia.

Segundo a Reuters, noutras duas rusgas na capital tanzaniana foram apreendidas mais 91 presas de elefante. No total foi recuperado marfim que representa a morte de 400 animais nesta operação que aconteceu dois anos após uma rusga que levou à descoberta de 1000 presas de elefante escondidas em sacos de peixe seco em Zanzibar, e cerca de um ano depois de um deputado tanzaniano ter afirmado que estavam a ser sacrificados 30 elefantes por dia para alimentar o comércio ilegal de marfim.

Fontes: http://wildlifenews.co.uk e http:www.reuters.com



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com