BOTSWANA – Effects of the Safari Hunting Ban



Este artigo examina os efeitos da proibição da caça levada a cabo em 2014 pelo governo Botswana, nos meios de subsistência rurais e de conservação da vida selvagem no norte do país, usando a teoria da troca social. O documento usa fontes de dados primárias e secundárias. Os dados foram analisados ​​qualitativamente.

Os resultados indicam que a proibição levou a uma redução dos benefícios para as comunidades locais, tais como: perda de receitas, oportunidades de emprego e serviços sociais.

A proibição de caça fez ainda com muitas famílias e comunidades tenham ficado privadas de carne e proteínas que anteriormente desfrutavam como parte de sua dieta antes da proibição de caça.

Após a proibição de caça, as comunidades foram forçadas a mudar para o turismo “fotográfico”,  sendo que a redução dos benefícios provenientes da caça levaram ao desenvolvimento de atitudes negativas dos residentes rurais em relação à conservação da vida selvagem e ao aumento da caça furtiva no Norte de Botswana.

As implicações da proibição de caça sugerem que as mudanças políticas que afetam a conservação da vida selvagem e os meios de subsistência rurais precisam ter por base pesquisas socioeconómicas e ecológicas.

Esta abordagem participativa e científica para a tomada de decisões tem o potencial de contribuir com a sustentabilidade dos meios de subsistência e conservação da vida selvagem no Botswana.

Pode ler AQUI o relatório completo.



Gostou deste Post?

Speak Your Mind

*

Criação de Blogues e Sites em Wordpress | MisterWP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com